loja-de-conveniencia-na-empresa

Loja de conveniência na empresa: você já ouvir falar no micromarket?

Em tempos de estruturas empresariais cada vez mais leves, a ideia de ter uma loja de conveniência na empresa pode parecer inusitada. E é – mas vai muito além da disponibilidade de uma ampla linha de produtos ao alcance de qualquer colaborador.

Também chamada de micromarket, ou honest market, esse tipo de oferecimento de opções para os trabalhadores é, ao mesmo tempo, um benefício e uma ferramenta de gestão de pessoas, com possibilidade de aplicação de aspectos de cultura da empresa.

Se você ainda não conhece o conceito da loja de conveniência na empresa, confira esse artigo, porque esse é o tema que abordaremos por aqui!

Como assim, ter uma loja de conveniência na empresa?

Quando você, seus colegas e seus colaboradores precisam fazer uma pausa para um lanche, onde vocês vão comprar produtos?

Pode ser na padaria, no café, no mercadinho ou no restaurante mais próximo, na maior parte dos casos. Mas a verdade é que poderia ser dentro da própria empresa. Ter uma loja de conveniência dentro do local de trabalho significa ter uma ampla gama de produtos a um alcance rápido, por um preço acessível e sem os riscos inerentes de precisar sair durante o expediente.

E o melhor de tudo: os produtos podem ser escolhidos pela própria empresa, garantindo que os lanches e bebidas favoritos de todo mundo sempre estejam por ali!

E quem opera essa tal loja? É necessário um colaborador só para isso?

A ideia parece boa, mas logo de cara surgem as perguntas: e vou precisar contratar alguém para cuidar da loja? Vou precisar alocar uma sala inteira para isso?

É daí que surge a inovação do conceito. No honest market, basta um espaço para colocar as máquinas – que podem naquele cantinho da sala de descanso, por exemplo, e não é necessário ter nenhuma pessoa para operar. Cada colaborador pega o que quer, e efetua o pagamento pelo cartão de crédito.

O fornecedor – no nosso caso, a Baristop – vai apenas para fazer a reposição regular dos itens. É toda a conveniência sem nenhum dos problemas.

Esse modelo funciona, mesmo dependendo de cada pessoa?

Infelizmente, essa ainda é uma pergunta que ainda é muito comum: Mas funciona mesmo? As pessoas pagam de verdade?

A resposta, que deveria ser quase automática, é um tanto óbvia: se você confia o futuro da empresa a essas pessoas, se confia que elas lidem com produtos, clientes e fornecedores, porque não deveria confiar uma mera lata de refrigerante, uma cafezinho ou um biscoito?

Para além disso, é uma comunicação de confiança na responsabilidade individual dentro do ambiente de trabalho (além de ser delicioso para todo mundo, é claro)!

Como ter uma loja de conveniência na minha empresa?

Agora você já conhece o conceito de loja de conveniência na empresa, ou honest market. Só falta saber como implementar a sua própria, certo?

Aqui na Baristop, esse conceito de um mercado aberto, baseado na confiança entre empresa e colaboradores e em relações maduras é nossa aposta. Se você acredita nessa visão, e quer essa vantagem para sua empresa, é só entrar em contato clicando aqui! Nossa equipe estará à disposição!

Tema Fooding por FRT