Ideias para integrar o café ao seu negócio: dicas da Baristo

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Email -- Google+ 0 0 Flares ×

“Mas como eu vou colocar mais esse serviço no meu negócio?” – essa é uma das perguntas mais normais em salões de beleza, barbearias, oficinas, lojas e vários outros negócios do ramo de serviços que entram em contato conosco todos os dias.

É uma dúvida normal. Todo mundo quer que seu negócio esteja o mais ocupado possível, e ter mais um processo, mesmo que seja um simples cafezinho, pode parecer complicado na rotina.

A boa notícia é que mesmo passando por essa preocupação, nossos clientes sempre acabam encontrando a forma perfeita de incluir um bom café no seu negócio, e os resultados são tão bons que a pergunta acaba se tornando “Por que não fiz isso antes?”!

Parte do nosso trabalho com clientes é ajudar a encontrar as soluções. Por isso, selecionamos as dúvidas mais comuns do segmento e trouxemos algumas das alternativas e respostas mais utilizadas por quem já possui Baristo Café.

Confira algumas dessas soluções:

Cortesia ou cobrado?

Uma das primeiras questões para quem decide ter uma máquina de café é essa: dar o café como cortesia, ou cobrar pelo produto. Na verdade, essa pergunta pode ser reformulada para: quero usar o café para aumentar o lucro de forma DIRETA, ou pela FIDELIZAÇÃO do cliente?

A resposta para isso nem sempre é igual, pois depende do contexto do seu negócio. Normalmente, se utiliza dois critérios: o segmento e a faixa de valor da atividade.

O segmento: em regra, se o seu negócio já envolve comida, por exemplo, é mais comum que se cobre pela bebida. Se, por outro lado, o café serve apenas como um conforto para agradar enquanto a pessoa conversa ou aguarda por algo, o mais comum é que ele não seja cobrado.

O preço do serviço: a faixa de preço do serviço também é importante para definir se o café será dado de cortesia ou cobrado. Vamos a um exemplo de um salão de beleza.

Se você tem um salão que foca na alta qualidade, para um segmento premium de cliente, que reflete isso no valor do serviço, é de se esperar que o café seja cortesia. Neste caso, ele serve para fidelizar a clientela, que saberá que encontrará uma boa bebida no salão. Se, por outro lado, você foca na competitividade por meio do preço mais atrativo possível, é totalmente aceitável que você cobre um valor, mesmo que apenas de custo, pelo café, para que ele não precise ser repassado no preço do serviço.

Estes dois fatores ajudam a tomar a decisão, mas não precisam ser levados como uma regra. Na prática, o preço dos insumos que fazem o café é bastante acessível, e há uma boa margem para você tomar a decisão que considerar que combina melhor com o seu negócio!

Não tenho quem sirva o café durante o serviço

Esse é outro problema frequente entre aqueles que contam com uma equipe reduzida no local de trabalho. Se este é o seu caso, a boa notícia é que você não tem um problema!

As máquinas da Baristo são desenvolvidas para os modelos de autoatendimento mais eficazes do mercado. Isso significa que você pode configurar os produtos para serem gratuitos ou pagos, e o seu cliente tem a total liberdade de pegar o café por conta própria, sem qualquer dificuldade!

Com um único clique no botão, o cliente estará com o café pronto, sem que você tenha feito qualquer esforço para isso!

Como vou cobrar se nem sempre tenho alguém no caixa?

Ainda dentro do segmento das equipes reduzidas, a maneira de cobrar também habita as principais preocupações de novos clientes que pretendem transformar o café em uma fonte de lucro. Na prática, existe várias maneiras de realizar a cobrança sem afetar sua dinâmica de trabalho:

  • Incluir no preço final do serviço: a maneira mais prática para quem sempre enxerga onde a máquina está é simplesmente adicionar o valor da bebida no preço do serviço prestado. Se você tem uma barbearia, por exemplo, e quiser cobrar 2 reais pelo café, basta incluir esse valor adicional no preço total final pago pelo cliente: serviço + café! Mas lembre-se: sempre tenho um aviso visível de que a bebida será cobrada, para evitar desconfortos na hora do pagamento!
  • Utilizar o moedeiro: outro método à prova de erros é oferecer o café por meio de moedas inseridas na própria máquina. Nossas máquinas podem ser configuradas com esse dispositivo, e seus clientes simplesmente escolhem o que querem beber, colocam as moedas e pronto! No final do dia, você abre o moedeiro e pega seus lucros!
  • Aplicativo Up Pay: para os mais ávidos por tecnologia, o aplicativo Up Pay – que pode ser incluído em nossa máquina – substitui o moedeiro. O cliente baixa o app e faz a compra nele mesmo, liberando o café para ser tomado na hora! Essa é uma técnica mais recomendada para locais que os clientes frequentem com certa regularidade, para justificar o download do app!

A técnica mista: café de cortesia, bebidas cremosas pagas

Muito frequentemente ouvimos coisas como “Eu já ofereço café na térmica para meus clientes, mas quero adicionar outras bebidas, sem cobrar pelo café. Eu precisaria manter a térmica e adicionar a máquina?”.

As máquinas de café Baristo permitem a configuração separada dos preços. Por isso, é muito comum utilizar uma técnica mista de preços: oferecer o café preto comum gratuitamente, e cobrar um valor pelas bebidas cremosas, como cappuccino, mocaccino, chocolate quente, e etc.

Isso é especialmente interessante para quem quer ter uma cortesia de qualidade, como o café, sem abrir mão da lucratividade nas bebidas especiais! Não tem mistério: a máquina é sua, e é você quem cria as regras!

Sempre se pergunte: como o café impacta o meu negócio?

Além dessas dicas, queremos sugerir uma reflexão para você fazer sobre a forma de trabalhar o café em sua empresa. Considere-o como um ativo a mais no seu negócio, um serviço adicional, e teste o que é mais vantajoso para o seu caso: a lucratividade de oferecer este novo serviço, ou a fidelização dos clientes que um café de qualidade gratuito gera?

Cada negócio tem uma resposta certa. Muitas vezes, as duas coisas acontecem ao mesmo tempo: oferecer o café a um preço baixo também pode gerar fidelização, além dos novos rendimentos. Em outros casos, a técnica mista pode ser a mais interessante.

Não tenha medo de testar e de perguntar para a gente. Com a Baristo Café, você adquire a máquina e a experiência de nossos consultores, podendo trocar informações, dicas e, até mesmo, compartilhar estratégias que gerem o resultado esperado para o seu negócio!

Clique aqui para entrar em contato conosco, se você tem qualquer dúvida!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Email -- Google+ 0 0 Flares ×