como-sao-desenvolvidos-os-sabores-do-cafe-baristo

Como são desenvolvidos os sabores do Café Baristo?

Permanentes ou sazonais, inovadores ou clássicos, novos sabores do Café Baristo exigem toda uma jornada de desenvolvimento, testes e aprovações para se tornar a delícia que você consome na máquina!

No artigo de hoje, falaremos sobre essas etapas que existem entre a ideia e o copo de café! Confira:

A origem das ideias dos sabores do Café Baristo

Toda ideia precisa surgir de algum lugar. No caso de nossos sabores, não existe um caminho único: uma ideia espontânea, uma sugestão com gosto pessoal, uma pesquisa de mercado e, até mesmo, sugestões que clientes fazem nos estabelecimentos com máquinas podem virar projetos de novos sabores.

Toda ideia de sabor faz parte de um banco de possibilidades, que sempre é revisitado na hora de desenvolver algo que vá para a máquina. É claro, no entanto, que uma boa ideia não é sinônimo de desenvolvimento imediato: ela passa por toda a jornada que veremos a seguir!

A pesquisa de campo nos pontos de venda

Para todo novo sabor, existem dois principais interessados. O primeiro, obviamente, é o consumidor para quem o sabor é desenvolvido. Mas não menos importante, são os proprietários e proprietárias de estabelecimentos com máquinas Baristo. Afinal, são essas pessoas que escolherão entre adotar ou não o novo produto.

Por isso, na fase inicial de desenvolvimento, conversamos com vários destes clientes, explicamos a ideia e fazemos um levantamento da aceitação provável do novo sabor no mercado.

A criação de um novo sabor

Se temos uma boa ideia e temos a aceitação de parceiros para iniciarem as vendas, é hora de colocar a mão na massa – ou no pó solúvel, neste caso!

Toda a jornada típica de desenvolvimento de um produto passa por aqui: cotação de fornecedores, busca pelos fabricantes ideais, e todo o restante necessário para operacionalizar o produto como mais um sabor na gama de delícias de nossas máquinas são feitas nessa parte, até termos as opções de produto final a serem testadas.

A alegria da equipe: os testes dos novos sabores do Café Baristo

Ninguém aqui na redação da Baristo quer ser tendencioso, mas existe a etapa em que as proporções e combinações da bebida são testadas pela equipe, e algumas pessoas poderiam afirmar que essa é uma etapa deliciosa!

Mas não é apenas um agrado: é um trabalho sério e necessário. Um novo sabor inclui a definição de proporções dos vários ingredientes que o compõe, e a escolha correta evita que o sabor seja muito ressaltado ou muito suave. Por isso, nossa equipe e especialistas são chamados aos testes, garantindo que você aproveite a melhor versão dos sabores do Café Baristo.

Lançando a ideia e o produto

Lançar algo novo é sempre um grande prazer por aqui. Não é à toa: a Baristo acredita que o café vai além da bebida, e gostamos de comunicar de forma descontraída e apaixonada. Com um novo sabor, não seria diferente.

Por isso, passamos a desenvolver a campanha de lançamento deste novo sabor com todo o carinho, para que você saiba o que esperar, e busque novos sabores do Café Baristo sempre que forem lançados!

Análise de recepção do novo sabor

De nada adianta ter um novo sabor nas máquinas de café se ele não for consumido, certo?

Por isso, a etapa final de um lançamento é observar quão bem recebido ele foi no mercado. É claro que nem todo sabor obtém os números de um cappuccino tradicional, por exemplo, mas ele precisa ter certo desempenho para que os proprietário das máquinas queiram mantê-lo por lá!

Nossa análise permite tomar decisões que fortaleçam esse desempenho, garantindo que mais pessoa possam provar o sabor enquanto ele estiver ativo!

Agora você já conhece um pouco mais sobre o funcionamento interno do lançamento de novos sabores do Café Baristo! Qual foi o seu sabor favorito provado em nossas máquinas? Comente aqui abaixo, estamos curiosos!

Tema Fooding por FRT