Como-iniciar-no-mundo-dos-cafes-especiais

Como iniciar no mundo dos cafés especiais?

Se você já conhece um pouco, ou quer iniciar no mundo dos cafés especiais, já deve saber que, aqui na Baristo, vivemos café a cada momento! O que isso significa é que, além de vendermos insumos, buscamos aperfeiçoar nosso conhecimento sobre o assunto, pois ele realmente nos interessa.

Na verdade, conhecer essa bebida e, em especial, os cafés especiais, lembra um pouco a trajetória da apreciação do vinho: há muito o que se explorar e, principalmente, aproveitar nas diferentes nuances que se pode experimentar!

Hoje vamos falar um pouco sobre cafés especiais, e como iniciar a apreciar esse mundo tão vasto! Confira!

Afinal, o que torna um café “especial”?

A terminologia de “cafés especiais” faz parte de uma metodologia de avaliação. Mais precisamente, é a Metodologia de Avaliação Sensorial da Specialty Coffee Association, a SCA. Trata-se de uma avaliação global, que segue uma série de critérios que resultam em uma pontuação de 0 a 100.

Para que um café seja considerado da categoria “especial”, é necessário que marque, ao menos, 80 pontos na escala da SCA. Se não obtiver essa pontuação, ele não pode ser considerado como parte da categoria.

É importante destacar que essa é uma categoria diferente daquela que se utiliza no Brasil para definir um café tradicional, superior ou gourmet. Essa é uma outra escala, nacional, definida pelo Programa de Qualidade do Café. Vale destacar que nada impede que um café especial esteja enquadrado nos dois programas como Especial e Gourmet!

Quais são os atributos avaliados em cafés especiais?

Ao avaliar cafés especiais, a SCA baseia sua pontuação em uma série de características. A listagem vai desde características da produção dos grãos, como a uniformidade do lote e a ausência de defeitos, até as tradicionais características de degustação, como fragrâncias, doçura, acidez, sabor, corpo, finalização e harmonia.

Além disso, há um toque subjetivo na avaliação, que é o critério do conceito final. O conceito final é a impressão geral que o avaliador teve sobre aquela bebida, contribuindo para a nota.

Se você quiser experimentar o café por conta própria, sua opinião é seu próprio conceito final! Com o tempo, você terá uma série de conceitos a serem atribuídos a diferentes cafés!

O ponto central é que o que um café especial sempre é baseado em um grão com boas características em todos os âmbitos, e dá a certeza para o comprador de que aquela é uma boa escolha. Não é necessário ser um especialista no assunto: é um selo de qualidade que especialistas que dedicam a vida a isso oferecem para você!

Como começar a explorar os cafés especiais?

Uma das grandes vantagem de apreciar cafés especiais, é que seu acesso é razoavelmente fácil, e muitas diferenças já são notadas na primeira xícara. Outra vantagem para quem está no Brasil, é que existem produtores muito premiados, de qualidade excepcional, que oferecem um mundo de opções!

Na Baristo, por exemplo, temos a parceria com o Café Orfeu, um dos mais destacados em todo o mundo em termos de qualidade. Além disso, o custo-benefício é um fator de grande destaque, pois oferece um enorme ganho de qualidade.

O melhor de tudo é que cliente Baristo recebe condições únicas para cafés especiais da Orfeu!

Tema Fooding por FRT