3-mandamentos-para-a-degustação-do-café

3 Mandamentos para a degustação do café

A degustação do café é um passo além daquele apreço rotineiro pela bebida. Na verdade, trata-se de um campo um tanto diferente de apreciação. A degustação envolve algumas técnicas, cuidados e atenções especiais, para garantir que o objetivo seja atingido.

Isso ocorre porque a degustação envolve a percepção de nuances e características dos grãos e do preparo, que vai um tanto além de uma xícara para repor as energias no trabalho.

Por isso, é importante seguir algumas regrinhas que permitam que você aprecie melhor esse momento sensorial e de aprendizado. Não se trata de ser “esnobe” ou preciosista. A degustação é uma experiência simples, voltada para os detalhes. Por isso, dar atenção aos detalhes durante todo o processo é essencial.

Confira os 2 mandamentos para a degustação do café que consideramos fundamental aqui na Baristo:

1. Deguste como um ritual, e não como uma obrigação

A degustação do café não é uma experiência de rotina. É muito diferente de servir uma xícara no início da manhã ou depois do almoço. Essa é a primeira característica que você precisa ter em mente: saber que se trata de uma experiência singular, de um ritual.

Pode parecer exagero, mas faz toda a diferença. Ao considerar um pequeno ritual, com procedimentos e técnicas, você reserva o tempo e a atenção necessários para fazer uma degustação de qualidade. Não se trata de algo a encaixar entre dois compromissos próximos, mas de um momento para apreciar as coisas boas, para curtir suas próprias preferências. Isso faz toda a diferença na experiência final.

2. Explore novos aromas e gostos

Uma das grandes vantagens de uma degustação é poder ter novas experiências, explorar novos gostos, aromas, texturas e sensações. É claro que não há nada tão delicioso quando provar seu café favorito de novo, mas conhecer novos sabores também tem um valor todo especial.

Aproveite esse ritual de conhecimento para ter acesso a novos grãos, novas variedades, e explore o mundo infindável de novidades e nuances do café. Uma dica especialmente boa para quem quer provar o mundo dos cafés de forma cada vez mais variada e reunir amigos para viver essa experiência – cada um leva uma variedade e vocês compartilham um momento único.

3. Informe-se sobre o assunto e aprecie a jornada

Ainda melhor do que degustar bons cafés é entender, poder avaliar e criar sua própria percepção, identificando características e nuances que outros degustadores também identificam. Isso tudo se desenvolve com conhecimento, aprendizado e experiência.

Hoje, existe uma enorme quantidade de livros, cursos e, até mesmo, vídeos online falando sobre técnicas e grãos, que expandem o universo do café a horizontes quase infinitos, caso você queira levar essa experiência a sério.

Além destes 3 mandamentos para a degustação do café, é importante lembrar que o objetivo dessa prática experienciar novas sensações, sobretudo em termos de paladar e olfato. Não é necessário investir montantes absurdos, ou fazer cursos complexos para começar. O importante é, de fato, começar!

E você, o que não pode faltar na hora de fazer uma boa degustação? Compartilhe sua experiência conosco aqui nos comentários!

Tema Fooding por FRT