dia-do-comerciante

16 de julho: dia do comerciante

O dia 16 de julho marca o dia do comerciante no Brasil. Para nós, na Baristo, o dia do comerciante é o dia do nosso parceiro, daqueles por quem trabalhamos todos os dias para oferecer o melhor custo-benefício, e crescer junto ao seu próprio negócio.

Embora comemoremos todos os anos com condições e contatos com nossos parceiros, nunca falamos sobre as curiosidades que levaram essa data a ser comemorada neste dia em específico, a história envolvida nele, e o impacto do dia do comerciante no mercado atual.

Por isso, fizemos esta singela homenagem em forma de artigo para lembrar deste dia reconfortante, mesmo em um momento tão singular para praticamente todos os comerciantes. Confira!

Um pouco de história

Para falar sobre a história do dia do comerciante, é preciso falar um pouco sobre o patrono do comércio antes. Caso você não saiba exatamente do que estamos falando, seremos honesto: a redação da Baristo também não sabia que o Visconde de Cairú é o patrono do comércio brasileiro.

José Maria da Silva Lisboa, o Visconde, é um economista e político baiano, que ocupou cargos como deputado e senador, chegando à secretaria da Fazenda nos tempos de um Brasil ainda português. Nesta posição, desenvolveu uma série de relações comerciais entre o Brasil e outros países, abrindo os portos brasileiros para o comércio com alguns países, reduzindo o controle português.

Essa medida, conhecida como a Carta Régia, assinada em janeiro de 1808, foi uma importante ferramenta para o desenvolvimento econômico nacional. Em homenagem às contribuições do Visconde ao Brasil, foi determinado em 1953 que o dia de seu nascimento, 16 de julho, seria o Dia Nacional do Comerciante.

O valor do comércio nos dias de hoje

Mais de dois séculos depois do grande ato do visconde de Cairú, é inegável a contribuição de suas ações. Com a dependência reduzida da Coroa, foi possível que a nação desse seus primeiros passos comerciais, progressivamente desenvolvendo um mercado interno próprio.

O comércio é o grande herdeiro deste período. Hoje, o setor representa mais de 10% da economia nacional, e é um dos grandes geradores de emprego, permitindo que famílias tenham renda e sustento.

Café e comércio: uma combinação com história e sabor

Hoje, comércio e café são companheiros inseparáveis! Fidelizar o cliente com um agrado que gera uma sensação positiva sobre o negócio é uma das formas mais tradicionais de valorizar as pessoas que fazem os negócios acontecerem.

Além disso, é uma excelente maneira de dar aquela energia adicional e sensação de conforto para a equipe que está na linha de frente do comércio, sem perder a gana para trazer resultados e crescimento!

E você, já conhecia a história por trás do dia do comerciante e o Visconde de Cairú? Embora seja só uma informação curiosa, é sempre bacana conhecermos as origens de nossas atividades!

Conhece uma versão alternativa dessa história? Tem uma história curiosa sobre o dia do comerciante? Compartilhe conosco aqui nos comentários, estamos curiosos

Tema Fooding por FRT